terça-feira, fevereiro 08, 2011

Revelações


Este fim-de-semana lembraram-me que o dia de S. Valentim está praticamente aí, e ao contrário de mim, algumas das minhas amigas estão entusiasmadas com o aproximar da data.
Pessoalmente não vibro com o dia dos namorados, antes pelo contrário, odeio-o.
Qualquer dia que seja imposto celebrar, para mim é um verdadeiro tormento.
Não acho piada, e não gosto da sensação do "ter de", só porque sim.
Quando tinha companhia masculina, achava completamente absurdo ter de ir jantar fora nesse dia. Com os restaurantes apinhados de gente, forrados a decorações pirosonas, e clima enjoativo no ar, nunca me senti confortável o suficiente para desfrutar daquela noite em particular.
Depois ainda havia a parte do presente, que não podia ser uma merda qualquer, tinha de ser algo significativo o suficiente para que não restassem dúvidas da profundidade dos meus sentimentos.
Por tudo isto, o dia de S.Valentim sempre me inibiu a libido, e ao contrário do esperado, nunca vai deixar saudades.

6 comentários:

Helder disse...

Para uns pode ajudar, pois é o tal dia! Mas não tem o factor surpresa e nem é original...mas é sempre bom ver muitas pessoas felizes juntas;) só uma coisa, será k 9 meses depois temos o bummm!!!!

zephirus disse...

100% de acordo. Odeio celebrações impostas.

eniac disse...

É o preço do Amor....

Lindo: "Depois ainda havia a parte do presente, que não podia ser uma merda qualquer..."

Pablo disse...

Compreendo-te... nos últimos anos a data tem começado a ficar sobrecarregada pelo comércio à volta da questão, tornando quase impossível passar ao largo do dia. Ou se comemora em grande e efusivamente, ou se revolta contra tudo isto...

Anônimo disse...

Pois é....era o que faltava.
Agora também é imposto o tal de Valentim.
Vai de gastar guita em coisinhas fofinhas e cor de rosinhas para ser igual a toda a sociedade mesquinha que apenas vive para celebrar aquilo que não fazem a mínima ideia do que é.

Fazendo bem as contas é o Valentim, um tal de Jesus, uma senhora que dizem que é nossa, and so on and so on.....e lá vem o "tem que ser" só porque sim.

Haja paciência para esta sociedade de clichés e patetices......

Tenho diso :)

Sandra e Dinis disse...

Nunca liguei a esta data.

Isto é fruto do comercio e a maioria das pessoas vão atrás ... enfim, uns pobres de espírito.

Bjs