sexta-feira, agosto 27, 2010

3,2,1

Férias!!!!


Então até daqui a 3 semanas, sim?

quinta-feira, agosto 26, 2010

Um filme

com MUITA acção!

Adorei!
Mais uma vez a Angelina dominou, foi brutal, e sem dúvida alguma, para este tipo de filmes, ela é a melhor!
É claro que Salt é o tipo de filme para o Tico e o Teco estarem refastelados, e sem mexerem uma palha, por isso não estejam à espera de um filme com o melhor argumento, etc e tal, Salt é Acção, pura e dura, daquele género que prende o espectador do início ao fim do filme, mesmo com aquele intervalo odioso pelo meio.
Aprovado. :)

quarta-feira, agosto 25, 2010

Direitos iguais... assim-assim!

Contava ontem uma colega nossa, que as revistas tecnológicas estão cada vez mais populadas com fotos de miúdas em babydolls, que imagens dos equipamentos novos anunciados.


Para estas revistas da especialidade, o público alvo é sem qualquer sombra de dúvida os homens, os machos, aqueles com pêlo no peito e barba rija, para os tipos que fazem estas revistas, não há cá mulheres interessadas nas novas tecnologias, nem gays, ou até nerds crónicos, daqueles que não têm qualquer interesse em ver gajas de lingerie, mas sim fotos do iPhone4 em várias posições.
Como para eles só os machos é que compram as revistas de gadgets, a fórmula para vende-las é simples, e passa por espetar miúdas em trajes sugestivos, várias de preferência, ao longo das ditas revistas.
A receita para o sucesso é básica, e a venda está por isso garantida.
Agora o que nós mulheres na área da engenharia não entendemos, é o porquê das revistas direccionadas ao público feminino, não terem o mesmo tipo de preocupação.
Cadê os rapazinhos praticamente desnudados no enfiamento de uma ou outra notícia sobre o combate à celulite?
Ou quem é que não achava piada ao catálogo do Ikea, povoado com gajos jeitosos e musculados, a promover a poltrona Poäng?
Ou ainda, imaginem no Pantagruel a receita do Filé mignon, acompanhada pela imagem do Gianecchini em sunga, hãaa?!
Muito bom, e muito gráfico... Pois, mas não há.
Infelizmente ainda não chegámos lá, e isso é triste.

No entanto o lado positivo da coisa, é que nós portugueses podemos ter aqui uma oportunidade efectiva para inovar, e podemos até ser os pioneiros neste negócio das revistas da especialidade, mostrando ao mundo como é que afinal se trata esta questão dos direitos iguais à séria.
Esta coisa da igualdade de direitos tem de ser mais verdadeira, real, não pode ser apenas da boca para fora, podemos ser os primeiros a introduzir tratamentos visuais ao género das revistas hi-tech, nas revistas de culinária, psicologia, decoração, saúde, educação, etc.
Quem é que não achava piada ter a revista Saúde, lida garantidamente só por mulheres, com um ou outro jeitoso, mais ou menos descascado, a mostrar o bisturi mais recente?


A sério minhas amigas, há que passar a palavra e fomentar esta ideia, vamos ajudar a mudar mentalidades, tudo em nome da economia, inovação, e sobretudo, pela igualdade de direitos.
;)

terça-feira, agosto 24, 2010

Faltam 7 dias...

para voar até aos USA.


As férias (merecidas) vão passar por:
São Francisco,Yosemite park, Death Valley, Las Vegas, Antilope Canyon, Grand Canyon, Los Angeles, Hollywood, Santa Monica, Venice Beach, Malibu, etc e tal.
Digam lá, se a inveja matasse... Pois, eu sei.
:p

Ah e em Las Vegas vou ficar por aqui,

http://www.mgmgrand.com/nightlife/wet-republic.aspx

Diz que é o spot do momento, festas e mais festas, a verdadeira party non stop, vai ser brutal :)))

Can't wait!!!!! :)))))

segunda-feira, agosto 23, 2010

Algarve -> Santa Eulália - o resumo

Deixa cá ver,

- ida à praia da Rocha Baixinha - check
- degustação de uma bola de berlim divinal - check
- ver o pôr-do-sol na praia na companhia dos amigos - check

- mergulhos (vários) na piscina - check
- mariscada da praxe - check
- leitura intensiva das revistas del corazón - check
- visualização de dois ou três filmes da Disney, na companhia do meu amigo de 5 anos - check
- visita ao T clube para ver a fauna - check - é certo que depois enjoei com tantas Carminhos, Constanças, Salvadores e Franciscas
- caipirinhas - check
- descoberta de um sítio porreiro para dançar - check
http://www.nosoloagua.com/aguamoments_club.asp chama-se Água Moments, fica em Vilamoura, e vale a pena conhecer!

quinta-feira, agosto 19, 2010

Allgarve

hoje ao final do dia.


Segunda, cá estarei novamente.
Até lá.

quarta-feira, agosto 18, 2010

Saudosismos

Foram muitas as vezes que sonhámos com isto:



mas foram poucas, as que saltaram o muro.
:p

terça-feira, agosto 17, 2010

Wiñk

Acabo de passar nas Amoreiras para comprar um presente para a mummy, e enquanto procurava a Aldo, dei de caras com o estaminé da depilação Wiñk, e mais uma vez minhas amigas, não gostei muito daquilo que vi.


Uma coisa é no meio de um centro comercial arranjar as unhas, e isso só por si já é estranho, mas pronto ainda assim escapa, agora ter alguém em cima de nós, com fios a sair da boca, agarrada ao nosso buço, isso é outra coisa.
Acreditem, não é sexy...


Continuo a achar que há coisas que devem ser privadas, que devemos manter à porta fechada, mais não seja para preservar o mistério de como nós mulheres ficamos giras e perfeitas.
Só falta um dia destes abrirem barraquinhas para outras depilações, a sério, hope not!

Sem inspiração



Acho que preciso de férias. Asap.

segunda-feira, agosto 16, 2010

The Ghost Writer

Como cinéfila crónica que sou, tinha de ir ver este filme, Polanski nunca decepciona, e este thriller não é excepção.
Adorei o filme.
É mais um de Roman Polanski de se lhe tirar o chapéu, e que vale muita pena ir ver.

sexta-feira, agosto 13, 2010

É sexta...aleluia!

Actualização


O jantar correu bem, ao que parece gostaram da paparoca ;)
O único problema foi quando o CD da Nina Simone empancou, e ficou ali uma boa meia hora a tocar 6 minutos de uma música, em loop, fora isso, tudo bem.

quinta-feira, agosto 12, 2010

Só para que saibam

no tal colégio, também tive uma disciplina chamada "Culinária".
Hoje podia usar essa ferramenta, mas como quero que os convidados se sintam bem no final da refeição, vou ignorar o que por lá aprendi, e aplicar as receitas da avó, porque essas sim, são para a vida.


O problema da disciplina de culinária, não era a disciplina em si, porque pessoalmente até gosto de cozinhar, a questão está naquilo que aprendi durante aquelas aulas maravilha, em que a professora incumbida para a tarefa, insistia em utilizar uma barra inteira de margarina vaqueiro, numa só refeição.
É verdade, toda a santa refeição levava com uma dose industrial de margarina, porque segundo ela, dava gosto aos pratos.
Em todas as aulas cozinhávamos pratos diferentes, aprendíamos a ser donas de casa perfeitas, e jantávamos sempre nos dias de Culi, a comida feita por nós.
Como é evidente, saímos de lá hiper enjoadas, com valentes dores de estômago, e a precisar de uma desintoxicação urgente.


Gorda que nem um texugo, a criatura aspirante a chef dizia-nos, "Queridas, hoje não posso jantar com vocês, porque a seguir vou jantar com o meu marido", pois, era bom, mas a verdade é que aquilo tudo era para inglês ver (ouvir), porque quando chegava a hora de deglutir o que havíamos preparado, a senhora sentava-se à mesa connosco, e enfardava mais que um leão faminto.
Eram rissóis uns atrás dos outros, scones quentinhos, baba de camelo, tudo.


Como todos os dias as alunas eram diferentes, todos os dias a senhora repetia a dose, ou seja, jantava por duas vezes, uma no colégio, e outra na casa dela, onde supostamente só comia para acompanhar o marido.
Com tanta gordura ingerida, aposto que o colesterol dela batia palmas...
Escusado será dizer que a senhora tinha a silhueta de uma foca, mas nada a impedia de provar as nossas iguarias, nem mesmo a questão do marido, que ela fortemente relembrava.
Hoje quando penso em culinária, a primeira coisa que me vem à cabeça, é a imagem de um grande pacote de margarina.
Foi traumatizante, a sério.

Fora de pista


A sedução por um estilo de vida pode intoxicar.

quarta-feira, agosto 11, 2010

Na cozinha...

Amanhã vou ter de mostrar o que valho na cozinha.
Lá em casa vão estar 8 pessoas
para jantar, sendo que uma delas é um acérrimo crítico de cozinha, um gastrónomo à séria, que chega a pôr diversos chef europeus em sentido.
Só de pensar fico nervosa, as minhas pernas tremem como varas verdes, e não é para menos, a responsabilidade que tenho a cargo é brutal, na realidade é como se fosse lá a casa o Paco de Lucía, e eu tivesse de fazer um humilde solo de guitarra só para ele.
Vou ter de o impressionar, e não sei se o meu coq o vin acompanhado com batatinhas noisettes, vai estar ao nível das expectativas.


Ontem ao fazer o zapping habitual, parei um bocadinho no programa da bardajona, aka Nigella, tal era o desespero que me consumia, e rapidamente tive de mudar de canal.
Então não é que a tipa a meio de um cozinhado, atira o casaco que tinha vestido para o chão da cozinha, porque segundo ela, "It's hot in here, I must get rid of this"
A sério, eu já tinha visto algumas coisas surreais desta senhora, mas aquilo de ontem, foi a cereja no topo do bolo.
É que é bardajona até mais não, ela acha-se prática, e eu diria mais que ela é desmazelada.
Pessoalmente considero-me uma pessoa desembaraçada, mas tento não ser desleixada, porque acreditem, a diferença é enorme.
Mas pronto, amanhã vou tentar ser mais Mafalda Pinto Leite, e menos Nigella, decidido.

terça-feira, agosto 10, 2010

Descobri

que sou uma croma a jogar Wii, mais propriamente ténis de mesa.
Dou abadas a quem vier, mas só na Wii, com uma mesa de ping-pong a sério, esqueçam.
A descoordenação motora é notória, até para um invisual.
Digamos que tenho a destreza de um koala.

Listening



All I need is a little time,
To get behind this sun and cast my weight,
All I need is a peace of this mind,
Then I can celebrate.

All in all there's something to give,
All in all there's something to do,
All in all there's something to live,
With you ...

All I need is a little sign,
To get behind this sun and cast this weight of mine,
All I need is the place to find,
And there I'll celebrate.

All in all there's something to give,
All in all there's something to do,
All in all there's something to live,
With you ...

E porque...


sabem sempre como elogiar uma rapariga:
"Parece que tens um saco de batatas vestido"
Lindo. São uns queridos.
Isto porque decidi trazer a minha puffy skirt, e pronto, só por isto, vai de ouvir insultos como senão houvesse amanhã.
É assim minhas amigas, é como dar pérolas a porcos, mas temos de dar o desconto, mais uma vez, são programadores.
Acho que a única pessoa que percebe aqui de moda, é a colega chinesa, de resto, nobody.
Ninguém.
Mesmo.

Galáxias em fusão

Uma imagem recente dos telescópios da NASA



Ao que parece, colidiram a 60 milhões de anos-luz de distância na constelação de corvus.

Wow

segunda-feira, agosto 09, 2010

Girl's Time

É Agosto, e os amigos emigrantes começaram a chegar.

O reencontro foi feito em Alcochete, nas Festas do Barrete Verde, e foi emocionante :)

Amigas há já 20 anos...
Sim, é possível. :)

Os campinos

Alcochete em festa


Caracolada e Sagres :)
Eu não sou muito apreciadora de criaturas rastejantes e que babam, mas pronto, lá fiz o jeitinho e trinquei um.


Depois como achei que devia ser interessante esta experiência, aventurei-me!

"Quanto é que pesa?"
"O quê?! Mas que raio de pergunta é essa?!"
"Preciso de saber para ver quantos elásticos é que ponho..."
"Se eu lhe disser, a seguir vou ter de o matar..."


Só vos digo que adorei a experiência dos elásticos, até fiz uma cambalhota atrás na perfeição, à la Cirque du Soleil.
O video mais abaixo para comprovar.
Hoje e ontem ainda tinhas os braços doridos, mas vale mesmo a pena, para quem nunca experimentou, aventure-se! ;)

akapink, uma futura promessa no Cirque du Soleil

video

Largada de toiros

video


À noite, foi petiscos com amigos portugueses e aniversariante espanhola, na Taberna Ibérica, em pleno coração da cidade.



sexta-feira, agosto 06, 2010

O youtube


revolucionou até a forma de como passamos a ferro.
Um colega daqui, acabou de revelar que aprendeu a passar a ferro, a ver vídeos no youtube.
Pois...
Já lhe pedi o link.
Não é para aprender, é só por curiosidade :p

Melhores adultos amanhã...talvez!

Se há coisa que me chateia a sério, é a falta de civismo.
Com tantos cro-magnons por aí a darem o mau exemplo, desconfio que muitos dos adultos de amanhã, serão tanto ou mais estúpidos, que os que lhe são geneticamente chegados.
Hoje por exemplo, vi mais uma cena incrível de limpeza do carro.
Um perfeito anormal, despejou o cinzeiro do carro, leia-se beatas, cinza, lixo, TUDO, vidro afora, enquanto conduzia tranquilamente na auto-estrada.

Como abomino javardolas, ultrapassei a criatura porca, buzinei-lhe, e depois fiz aquela cara de desaprovação, com os olhos semi-cerrados e um ligeiro abanar de cabeça, totalmente recriminatório.
Vai daí o indivíduo põe o pé no acelerador, e reparo que no banco detrás ia uma cadeirinha, com uma criança lá dentro, que se riu da minha careta, e desarmou-me por completo.
Obviamente sorri-lhe de volta, foi automático, mas depois fiquei a pensar no sucedido, e tive pena da criança.
Infelizmente aquele ser fofinho, está a ser educado por um atrasado mental.
A sério, e depois espantam-se que a sociedade ande mal.
Se os pais não sabem comportar-se, não sabem transmitir os valores fundamentais aos filhos, o que é que se pode esperar das nossas crianças, os futuros adultos de amanhã?
Eu tenho sérias dúvidas, e francamente isto preocupa-me.

quinta-feira, agosto 05, 2010

Para quem tiver interesse

Um bom filme sob um céu estrelado.

Aqui a programação:

Última hora

Chegou esta semana uma nova colega vinda da China, sim, aqui é sempre a rodar, vai um, chega outro, é uma empresa intercultural, mas adiante, esta colega veste-se ao estilo ocidental, e é das poucas que tenho visto que segue as tendências da moda.
Ontem por exemplo, trazia um vestido todo floral, giro, gostei.
Hoje, assim que chegou, o meu scan visual empancou na blusa.
Depois de se sentar, olhei discretamente, e a blusa é do tipo padrão navy, às riscas azul e branco, com letras douradas na parte da frente, mas tem ali qualquer coisa...
Tanto andei que já sei o que é, a blusa é muito "Loja do chinês".
Pronto é isto, fui.

Agosto


é sinónimo de não haver trânsito em Lisboa, e a sensação de sair de casa, e de demorar apenas 10 minutos a chegar ao trabalho, é fenomenal.
Melhor, como não há praticamente trânsito algum, não apanho filas, os semáforos acordam bem dispostos, estão quase sempre verdes, e é uma beleza, é sempre a andar.
Estou maravilhada.

quarta-feira, agosto 04, 2010

Hot, hot, hot in here!

O ar condicionado do edifício avariou, e aqui no piso estamos a viver uma verdadeira sauna.
O lado positivo da coisa, é estar para aqui a definhar, acho até que já estou mais magra.
Uns 300gr vá.

Subtileza é


Mãe: Sabes, a filha da Ju vai ter um bebé.
Eu: Ah... (aqui vamos nós outra vez)
Mãe: Tem mais ou menos a tua idade, lembras-te dela?!
Eu: Acho que sim... (Claro que me lembro, a lontra da Su, aquela que me apanhou a comer hóstias e foi contar ao padre, nessa altura rezei mais que uma carmelita enclausurada, aquela grande cabra!)
Mãe: Ela não tinha assim muitos amigos (pudera...), tocava órgão, e chegou a dar aulas de canto no coro da igreja
Eu: Ah...Humm...
Mãe: Agora está grávida, (O quê??! Como??!! Não posso acreditar, agora até a encalhada de serviço resolveu multiplicar-se?! Estou lixada...), ela deve ser só mais velha 2 anos que tu...
Eu: Sim, é capaz...
Mãe: Parece que o rapaz é embarcado, passa pouco tempo com ela
Eu: Ah isso explica muita coisa
Mãe: Vá não sejas assim, a Ju vai ter um neto, e está tão feliz.
Eu: Mãe, para o Natal já não vais a tempo, mas valeu o esforço.

terça-feira, agosto 03, 2010

Brothers and Sisters

Acabei de parar na Foxlife, e não percebo porque é que o Justin não quer o bebé da Rebecca...
Bolas, odeio perder o fio à meada.

A parolice do ano....

chama-se "Power Balance"!
No outro dia à conversa com um amigo, descobri que aquelas pulseiras fininhas que tanto tenho visto por aí, não são afinal mini-relógios, mas sim pulseiras "de equilíbrio".
Reza a treta, que se usardes A pulseira Power Balance, andareis equilibrados.


O que eu sei é que esta pulseira é a grande sensação deste verão, e por isso meus amigos, quem não tiver uma pulseirinha destas, é como a Nayma diz, "Desculpa, mas estás fora de moda!".

Aquilo que sabemos é que esta verdadeira banha da cobra, vende como água no deserto, e há já um rebanho considerável de seguidores, que acredita realmente neste pedacinho de silicone, com hologramas coloridos, e que supostamente restabelece o equilíbrio das pessoas.
Segundo explicam os vigaristas, o holograma entra em ressonância com a energia do engrupido, e bhammmm, sai um equilibrado!

Pois...
Eu diria mais que estas pulseiras servem como medidor do nível de lobotomia da nossa sociedade.
A sério, os gajos que se lembraram disto estão por esta altura milionários, e a receita foi tão simples como explorar os imensos lobotomizados endógenos deste mundo.
Com esta ideia genial em mente, eu e este meu amigo, já pensámos em montar um negócio do género.
Um negócio que pode passar por vender garrafas de plástico com ar lá dentro, ou melhor, um colar de energia, disponível em várias cores (claro!), de design cool, e que pode ser feito de plástico, ou de raríssimos calhaus da praia.

Depois de decidir qual o material a utilizar para os colares, o importante é dar um nome sonante à fantochada, um nome acabado claro está em "iology", ao estilo da scientology, ou como no caso destas pulseiras, kinesiology, como os intrujas lhe chamam.
Baseada nesta analogia de ideias, sugeri ao meu amigo chamar à nossa aldrabice, Colariology.
Colariology parece qualquer coisa de importante, qualquer coisa que não sei bem o quê, mas que soa a estudos profundos sobre algo essencial.
Já estou a ver os manos Guedes, e as Cinhas a ficarem malucos para terem um exemplar, vai ser a corrida das tias aos colares da Colariology.
E depois se a moda pega, estamos milionários!

Não há motivos de preocupação, há sempre cromos que compram estas parolices, independentemente se são cristais quânticos energizados no Tibete, ou pedras da calçada pintadas a aguarela.