quarta-feira, junho 08, 2011

Solidão por Chico Buarque


Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... Isto é carência.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... Isto é saudade.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... Isto é equilíbrio.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsivamente para que revejamos a nossa vida... Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... Isto é circunstância.
Solidão é muito mais do que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma...

5 comentários:

Carla Isabel disse...

eu gostava de saber escrever assim, caraças!

Bjs

akapink disse...

E eu...

CaMen disse...

é bom saber ler ;)
ah, porque é que mesmo no fim ele afinal utiliza o plural? 'nos' 'nós' 'nossa'? se calhar não perdeu nada, é só distração ;)

akapink disse...

É lindo!

CaMen disse...

mesmo...
as 'penas' tambem
são lindas ;)