quarta-feira, março 02, 2011

Às vezes...


dou por mim a pensar "E se...".
Será que tinha sido diferente?
Às vezes não acredito no destino, outras fico inclinada a acreditar.

destino
(derivação regressiva de destinar)
s. m.
1. Combinação de circunstâncias ou de acontecimentos que influem de um modo inelutável. =fado, fortuna, sina, sorte.
2. Situação resultante dessa combinação.
3. Emprego, aplicação.
4. Fatalidade.
5. Direcção!.
6. Lugar a que se dirige alguém ou é dirigida alguma coisa.
7. Infrm. Sumiço.
sem destino: ao acaso.

5 comentários:

Carla Isabel disse...

~todos os dias constrois um pouco do teu destino....bjs

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
É claro que o destino somos nós que o fazemos...

O poeta e o Guerreiro disse...

Cientificamente: o destino são as infinitas realidades\universos paralelos. Já estão criadas desde o inicio do tempo e daí a ideia de que o teu destino já está traçado. Isso é verdade.
O que não é óbvio, é qual desses caminhos tu vais percorrer. Só porque não consegues ver um palmo à tua frente neste teu tracejo, não quer dizer que ele esteja já estabelecido.
Por isso é que, preocupar com os outros caminhos que seguiram paralelamente ao passado (por outras escolhas) é irrelevante.
Caminha em frente, sem nunca olhar(es) para trás. E quanto ao destino, ele (ou ela) é para ser provocado(a).

akapink disse...

Estás inspirado David!

eniac disse...

Tudo se resume ao comprimido que queres tomar?

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/d/d9/RedpillMatrix.png