sexta-feira, abril 30, 2010

Despedidas...


Odeio despedidas.
Qualquer tipo de despedidas....
Fico com um humor de ratazana, e nunca sei muito bem lidar com a ausência de quem se despede...
É certo que isto não se aplica às despedidas de solteira.
Felizmente hoje a despedida não é desse tipo, digamos que já não tenho pachorra para andar com pilas na cabeça, hoje o programa é tranquilo, menos mal.

3 comentários:

Mãe disse...

Então quem se vai embora?

Hippie disse...

"Toda despedida é dor... tão doce todavia, que eu te diria boa noite até que amanhecesse o dia"
William Shakespeare

zephirus disse...

Obrigado por teres ido à despedida "tranquila", a tua presença tornou-a muito mais especial.

Obrigado também por todos os bons momentos que passámos juntos a trabalhar. Vou sentir falta do teu inigualável sentido de humor que transforma qualquer dia menos bom num dia leve e agradável.

Um beijinho e até já.

Pedro :)

PS: espero ansiosamente pelo resultado da sessão fotográfica...